PC010475Ela é como a arca de Nóe

Preserva os que tem fé.

Nasce do encontro com Deus

Dá brilho aos olhos meus.

Assenta-se sobre o Deus fiel

E se mostra como favo de mel.

Por ela vejo que cada pessoa é uma bênção para mim

E experimento de Deus um amor sem fim.

Pela fé vejo a dignidade de cada pessoa

E da natureza toda.

Ela é uma gramática

que Deus escreveu para eu por em prática.

É caminho e construção

cultivada e guardada habitação.

Possibilita o perdão minha fé

Com paciência e empenho me conduz ao lava-pés.

A fé me diz que a unidade é superior ao conflito

Reforça a confiança e o encontro bendito.

A fé ilumina a vida social

Sua luz criadora me afasta do mal

É lâmpada que guia na noite meus passos

Norteia na vida meus atos.

A fé me lança a um futuro certo

Terei sempre Deus pro perto.

A fé como mãe gera alegria

Vida generosa que ao se dilatar contagia.

É fonte pura desde sua origem

Que sacia com amor esponsal a Igreja virgem.

A fé dá forma ao corpo da verdade

Tornando possível na Igreja a unidade.

A fé é uma só com toda pureza e integridade

E me faz ver com os olhos do outro a realidade.

Ela me dispõe à gratidão, com resposta de amor

Deixando para trás um egoísmo desolador.

A fé tem estrutura sacramental

Oferece vida nova na água batismal.

Toca as pessoas em profundidade

Sua mente, vontade e afetividade.

Ela me faz crer em comunhão

Sendo reta, orienta a razão.

A fé não me faz arrogante

Mas humilde e confiante.

A fé torna o silêncio fecundo

E o diálogo profundo.

É presença interior do Amado

Que toca o coração quebrantado.

A fé tem um Rosto de luz

Que ao Pai conduz.

Fé é ver e ouvir

Para Cristo seguir.

Ela transforma a pessoa inteira

E lhe garante a vida verdadeira.

Mas, sem verdade a fé não salva

Fica como corpo sem alma.

A fé encontra o Amor que lhe precede

E transforma por dentro a vida que recebe.

Ela me faz confiar num amor misericordioso

E na fidelidade de um Deus justo e bondoso.

É tesouro sem medida

que vislumbra a plenitude da vida.

Na prova dolorosa

É como uma mãe amorosa.

E o sofrimento se torna experiência de amor

Uma entrega nas mãos do Senhor.

Como Cristo e o Pai na paixão da cruz

Em minha dor posso olhar para Jesus.

A morte será o último chamado da fé.

Escuto: sai da tua terra e vem! O Pai te quer.

cf. Lumen Fidei