COMPLETAS

ATO PENITENCIAL

I

Hebd.: Confessemos os nossos pecados.

Todos: Confesso a Deus todo-poderoso,

e a vós, irmãos e irmãs,

que pequei muitas vezes

por pensamentos e palavras,

atos e omissões,

por minha culpa, minha tão grande culpa.

E peço à Virgem Maria,

aos anjos e santos

e a vós, irmãos e irmãs,

que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.

Hebd.: Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós,

perdoe os nossos pecados

e nos conduza à vida eterna.

Todos: Amém.

 

HINO

Estando o dia a terminar,

te suplicamos, ó Senhor,

co’habitual clemência

sê nosso guarda e protetor.

Os sonhos ilusórios,

Satã repele e a tentação;

à noite não venham manchar

a nossa mente e coração.

Louvor e glória a ti, ó Pai,

ao Cristo Filho teu também;

ao Espírito Paráclito

igual louvor sempre convém. Amém.

 

SALMO 4

=      2         Quando eu chamo, respondei-me, ó meu Deus, minha justiça! †

             Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de aflição, *

               atendei-me por piedade e escutai minha oração!

    3        Filhos dos homens, até quando fechareis o coração? *

               Por que amais a ilusão e procurais a falsidade?

   4       Compreendei que nosso Deus faz maravilhas por seu servo, *

               e que o Senhor me ouvirá quando eu fizer a minha prece!

    5        Se ficardes revoltados, não pequeis por vossa ira; *

               meditai nos vossos leitos e falai ao coração!

    6        Sacrificai o que é justo, e ao Senhor oferecei-o; *

               confiai sempre no Senhor, ele é a única esperança!

      7          Muitos há que se perguntam: “Quem nos dá felicidade?” *

               Sobre nós fazei brilhar o esplendor de vossa face!

    8        Vós me destes, ó Senhor, mais alegria ao coração, *

               do que a outros na fartura do seu trigo e vinho novo.

    9        Eu tranqüilo vou deitar-me e na paz logo adormeço, *

               pois só vós, ó Senhor Deus, dais segurança à minha vida!

Salmo 90 (91)

    1        Quem habita ao abrigo do Altíssimo *

               e vive à sombra do Senhor onipotente,

    2        diz ao Senhor: “Sois meu refúgio e proteção, *

               sois o meu Deus, no qual confio inteiramente.”

    3        Do caçador e do seu laço ele te livra. *

               Ele te salva da palavra que destrói.

    4        Com suas asas haverá de proteger-te, *

               com seu escudo e suas armas, defender-te.

    5        Não temerás terror algum durante a noite, *

               nem a flecha disparada em pleno dia;

    6        nem a peste que caminha pelo escuro, *

               nem a desgraça que devasta ao meio-dia;

=    7        Podem cair muitos milhares a teu lado, †

               podem cair até dez mil à tua direita: *

               nenhum mal há de chegar perto de ti.

    8        Os teus olhos haverão de contemplar *

               o castigo infligido aos pecadores;

    9        pois fizeste do Senhor o teu refúgio, *

               e no Altíssimo encontraste o teu abrigo.

   10        Nenhum mal há de chegar perto de ti, *

               nem a desgraça baterá à tua porta;

   11        pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos *

               para em todos os caminhos te guardarem.

   12        Haverão de te levar em suas mãos, *

               para o teu pé não se ferir nalguma pedra.

   13        Passarás por sobre cobras e serpentes, *

               pisarás sobre leões e outras feras.

   14        “Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo *

               e protegê-lo, pois meu nome ele conhece.

   15        Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, *

               e a seu lado eu estarei em suas dores.

=   16        Hei de livrá-lo e de glória coroá-lo, †

               vou conceder-lhe vida longa e dias plenos, *

               e vou mostrar-lhe minha graça e salvação.”


SALMO 133 (134)

      1        Vinde, agora, bendizei ao Senhor Deus, *

               vós todos, servidores do Senhor,

    2        que celebrais o louvor em seu templo *

               nos átrios da casa do Senhor.

    2        Levantai as vossas mãos ao santuário, *

               bendizei ao Senhor Deus a noite inteira!

    3        Que o Senhor te abençoe de Sião, *

               o Senhor que fez o céu e fez a terra!

LEITURA BREVE

Sábado                                                                            Dt 6,4-7

Ouve, Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças. E trarás gravadas no teu coração todas estas palavras que hoje te ordeno. Tu as repetirás com insistência a teus filhos e delas falarás quando estiveres sentado em casa ou andando a caminho, quando te deitares ou te levantares.

Responsório breve

 

R. Senhor, em vossas mãos, eu entrego o meu espírito.

 

V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo. R. Eu entrego o meu espírito. V. Glória ao Pai e ao Filho    e ao

   Espírito Santo. R. Senhor, em vossas mãos...

Antífona da I Semana

Salvai-nos, * Senhor quando velamos, guardai-nos também

quando dormimos! Nossa mente vigie com Cristo,

   nosso corpo repouse em sua paz.       

 


CÂNTICO DE SIMEÃO

(Nunc dimittis)

(NT 3: Lc 2,29-32)

   29        Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *

               conforme prometestes, ó Senhor.

   30        Pois meus olhos viram vossa salvação *

     31        que preparastes ante a face das nações:

   32        uma Luz que brilhará para os gentios *

               e para a glória de Israel, o vosso povo.

ORAÇÃO

Sábado

Ficai conosco, Senhor, nesta noite, e fazei que ao despertar, nos alegremos com a ressurreição de vosso Cristo. Que vive e reina para sempre.

Bênção

   O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranqüila

   e no fim da vida uma morte santa.   T. Amém.

 

= O auxílio divino permaneça sempre conosco

+ E com nossos irmãos ausentes.

 

Antífona mariana

 

 

Salve, Rainha, mãe de misericórdia, vida doçura, esperança nossa, Salve! A vós bradamos os degredados filhos de Eva, a vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas! Eia, pois, Advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre! Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria.

Salve Regina, mater misericórdia, vita, dulcédo, et spes nostra, salve. Ad te clamámus, éxsules, fílii Hevæ. Ad te suspirámus, gementes et flentes in hac lacrimárum valle. Eia, ergo, Advocáta nostra, illos tuos misericórdes óculos ad nos converte. Et jesum, benedíctum fructum ventris tui, nobus post hoc exsílium osténde: O clemens: O pia: O dulcis Virgo Maria.